Contabilidade Consultiva

Produção de conteúdo contábil: como melhorar a imagem do seu escritório no mercado?

13 out

Imagem, brand awareness, autoridade. A produção de conteúdo contábil é uma das maneiras mais eficazes de colocar seu escritório em posição de destaque no mercado. E o marketing de conteúdo é baseado exatamente nessa produção.

Estratégias de marketing digital para você aplicar em seu escritório contábil

Neste kit, você encontrará métodos que te ajudarão a vender seus serviços contábeis. Desde o Marketing Digital (emails e redes sociais) até métodos de proposta!

Dados da Content Trends de 2018, maior pesquisa de marketing de conteúdo do país, mostram que 73% das empresas brasileiras implementaram essa metodologia para captar clientes. Mais da metade (61,8%) de quem ainda ainda não utiliza pretende adotá-la em breve. 

E você? Como anda a produção de conteúdo contábil de seu escritório? Veja a seguir a importância de nutrir sua persona com conteúdo relevante. Aprenda também as bases de marketing de conteúdo você deve conhecer para traçar uma estratégia infalível de produção.

A importância da produção de conteúdo contábil

A produção de conteúdo contábil é a base do relacionamento entre seu escritório de contabilidade e clientes. O consumidor atual é mais conectado, informado e exigente. Antes de optar por uma empresa, ele pesquisa, vê sua reputação e “disseca” seu negócio. Se ele gostar, pronto. A relação com sua marca é criada. O cliente passa a se identificar com sua proposta de valor. 

E é exatamente isso que a produção de conteúdo contábil pode fazer por você: oferecer conteúdos relevantes aos clientes, mostrando autoridade, experiência e empatia. Quando sua estratégia é bem definida, é possível notar algumas vantagens, como:

  • Geração de brand awareness: produzir conteúdo é colocar sua marca “na boca do povo”. As pessoas precisam reconhecer sua marca e ter uma percepção positiva sobre ela (brand awareness). Se isso acontece, há maior propensão a contratar seus serviços. Um leitor assíduo do seu blog já sabe onde procurar um serviço contábil, por exemplo.
  • Aumento do lifetime-value (valor total de gasto do cliente em sua empresa): o marketing de conteúdo é uma ótima estratégia para fidelizar o cliente e mantê-lo engajado com sua empresa. Para isso servem os conteúdos de pós-venda, como newsletters exclusivas para clientes ofertando novos serviços.
  • Impulsionamento na geração de leads: os visitantes do site precisam dar um passo à frente e ficar interessados em seu serviços (leads)? A produção de conteúdo contábil é um ótimo caminho para transformá-los em oportunidades. Mas se atente ao tipo de conteúdo em cada etapa.
  • Geração de vendas: você pode focar sua produção de conteúdo contábil para guiar os leads pelo processo de compra, preparando-os para tomar uma decisão (contratar você). Mas vale destacar que as vendas não são o único objetivo possível do marketing de conteúdo.
  • Aumento no tráfego do seu site: o site é a porta de entrada de seu negócio, e o Google é quem mostrará ele aos clientes e ao mercado. Para se colocar nas primeiras páginas do buscador, é preciso produzir conteúdo contábil relevante, com técnicas específicas. 
  • Educação do mercado: se sua persona ainda não entende bem o mercado em que você atua (Contabilidade Consultiva, por exemplo), ele precisa ser educado. Com conteúdos que respondem às principais dúvidas, você consegue fazer isso.
  • Maior engajamento com a marca: engajamento é construir relacionamento próximo e constante com um público seleto. Ao produzir conteúdo contábil interessante, suas chances de interação com as pessoas aumenta, gerando mais engajamento.

A produção de conteúdo contábil para melhorar a imagem do escritório

A importância da produção de conteúdo contábil já mostra como ela pode melhorar a imagem do seu escritório. Oferecer materiais ricos, em diversos formatos e plataformas traz muitos benefícios. Aumentar o engajamento com a marca e gerar percepção positiva sobre ela é a chave para construir autoridade no mercado.

Informações úteis e relevantes passam para a persona a sensação de que seu escritório é um especialista no assunto. Com o tempo, a relação de confiança se desenvolve naturalmente. A partir do momento em que você é visto como uma referência na área, sua chance de ser contratado aumenta. Afinal, você já mostrou, por meio de conteúdos, que domina o assunto e que é conhecido por isso. 

A produção de conteúdo contábil também modifica a imagem do escritório de outra forma. Ao fornecer conteúdos relevantes gratuitos, você contribui para resolver a “dor” da persona. Um assunto, como a transição de MEI para microempresa, causa muitas dúvidas. Um ebook retratando todo o processo auxilia o empreendedor.

Assim, ele passa a te ver como um aliado que o ajudou em um momento de dúvida, apresentando ferramentas para o sucesso dele. Isso aumenta a confiança em seu trabalho e também aumenta as chances de conversão.

O marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma excelente estratégia de marketing digital. Como o próprio nome diz, é baseada na produção de conteúdo relevante em diversos formatos. Seu foco não é promover a marca explicitamente, mas atrair a persona e tornar seu executor uma autoridade confiável. Nesta estratégia, não ocorre uma propaganda agressiva, que joga anúncio na cara das pessoas.

Este tipo de marketing é muito sutil ao tornar a marca relevante. Isso acontece ao engajar o leitor com conteúdos que resolvem suas dores, como pontuamos. Seu escritório atrai, envolve e gera valor para o público, criando uma percepção positiva da marca e potencializando as chances de negócios. 

O potencial cliente vem até você. Essa é a característica do inbound marketing (marketing de atração), onde o marketing de conteúdo está inserido. o inbound se baseia em 4 ações: atrair (por meio de conteúdo relevante), converter (transformar visitantes em leads, potenciais vendas), vender (lead interessado no serviço que sua empresa oferece pode fechar a venda) e encantar (fidelização).

Para um bom marketing de conteúdo, basta seguir a metodologia Inbound. E você possui alguns tipos de conteúdo que pode utilizar. Veja abaixo os principais:

  • Imagens: a imagem possui alto valor em um bom conteúdo, pois tem altíssimo engajamento com a persona. A imagem pode ser também um gif ou um meme, dependendo do destinatário. Já pensou em usar imagens com frases motivacionais?
  • Postagens em redes sociais: a produção de conteúdo contábil voltado para as redes sociais deve respeitar as características de cada rede. Linguagem, tamanho e chamadas para engajamento funcionam de forma diferente em cada uma.
  • Infográficos: ótimo para fomentar o tráfego no site, é um conteúdo estruturado em imagem para facilitar a leitura. Ótimo para transmitir informações sucintas e impactantes, com muitos números.
  • Ebooks: o ebook é um conteúdo completo, que trata de determinado tema com profundidade. É uma das formas mais interessantes de geração de leads e aquisição de novos contatos.
  • Vídeos: seja no formato de entrevistas ou de pequenas exposições, os vídeos atendem ao público mais preguiçoso. Além disso, podem virar artigos para o blog.
  • Blogposts: de tamanhos variados, é um conteúdo mais superficial, mas que traz informações diretas e relevantes. O blog pode ser uma aba do seu site.

Mas não basta produzir esses conteúdos e jogá-los ao mundo. Eles devem ser feitos de forma estratégica e consciente. Isso só ocorrerá se houver consideração de personas, planejamento, palavra-chave e comunicação eficiente pelas redes sociais.

Personas

Sua produção de conteúdo contábil precisa ser focada. Você deve ter um perfil de cliente ideal, que será sua persona. Afinal, você não deseja atrair qualquer pessoa para seu site, somente aquelas que têm potencial para se tornarem clientes. São elas que serão conduzidas pelo funil de vendas.

Persona não é igual a público-alvo (baseado na descrição de um grupo demográfico). Persona é uma descrição fictícia do cliente ideal. Isso demanda entrevistas aprofundadas com seus melhores clientes para identificar traços comuns entre eles. Hábitos de consumo, preferências, escolaridade são alguns deles. Em suma, persona é bem detalhada, o que permite ter ações mais certeiras, como a produção de conteúdo contábil perfeita.

Conhecer a persona também te possibilita mapear a jornada de compra (passo a passo do momento em que o cliente ideal te encontra até a decisão). E isso é muito importante, porque se relaciona com o funil de vendas (ilustra o processo de vendas desde o primeiro contato com o público até a efetivação da venda).

Um funil possui topo, meio e fundo. O funil de vendas é semelhante. De forma ilustrada, você recebe um leitor no blog. Ele se torna um leitor assíduo de conteúdos que não falam diretamente do serviço que você oferece (topo do funil). Aos poucos, começa a ler conteúdos que já inserem seus serviços de maneira mais assertiva (meio do funil). Isso é uma espécie de conversão. Por fim, lê porque o seu serviço é o melhor para resolver seus problemas (fundo de funil). É a conversão para a venda.

Muitas pessoas podem chegar até seu blog, mas apenas uma parcela passa por esse funil e se torna cliente. Essa representação pode mostrar a você em que ponto da conversão uma pessoa se encontra e o que precisa fazer para que ele chegue à decisão de compra.

Planejamento de conteúdo

Após conhecer a persona, você deverá planejar seu marketing contábil de conteúdo. Não basta escrever o que vier na cabeça. É preciso pensar, inicialmente, no objetivo específico do seu marketing. Gerar vendas? Fidelizar a clientela? Educar o mercado? Aumentar o engajamento com a marca? Seja qual for, defina-o.

Em seguinte, pense em um planejamento que abranja todo o funil de vendas. O conteúdo deve estar adequado à etapa. Um texto, por exemplo, no topo de funil abrange de forma ampla o serviço que oferece, mas um texto do fundo é mais direto sobre seu negócio.

Além disso, sua persona certamente lida melhor com um certo tipo de linguagem. Descontraída, técnica, simples, objetiva, aprofundada. Na produção de conteúdo contábil, você deve considerar tudo isso. 

Por fim, você precisa definir os KPIs (indicadores-chave de performance) para avaliar suas campanhas de marketing. A produção de conteúdo contábil não pode ficar solta. Os indicadores monitoram o desempenho. E os KPIs devem ser importantes (tem impacto no alcance do objetivo), de simples entendimento (para que o time entenda tudo), mensuráveis e capazes de levar à ação positiva.

Veja a seguir dois exemplos simples de objetivos e quais KPIs podem ser utilizados:

  • Engajamento com a marca: número de páginas visitadas no site, comentários em postagens, compartilhamento em redes sociais, baixa taxa de rejeição;
  • Brand awareness: visitas no site, seguidores no Twitter, curtidas no Facebook, visualizações de vídeos no YouTube

SEO: palavra-chave e escaneabilidade

SEO (Search Engine Optimization) é otimização de conteúdo para mecanismos de busca. Dois fatores influenciam bastante em como seu conteúdo ranqueia no motor de busca: palavra-chave e escaneabilidade.

Para escolher a palavra-chave correta, é preciso fazer uma boa análise. Algumas ferramentas disponíveis podem ajudá-lo com isso. Após escolher, é preciso utilizá-la corretamente no conteúdo. Para se ter uma ideia, em um blogpost de 1000 palavras, sua palavra-chave deve aparecer pelo menos 10 vezes. 

Mas jamais faça um texto pensando no Google, e sim no seu público. A experiência do usuário deve ser priorizada. Portanto, introduza a palavra-chave de maneira orgânica, sem repetições excessivas e com uso de variações.

Já a escaneabilidade é trabalhar seu formato de texto para ficar atraente para quem lê. Frases curtas, parágrafos de no máximo 4 linhas, intertítulos, listas, imagens, negritos, tudo isso aumenta a escaneabilidade do conteúdo. São recursos que chamam a atenção do leitor e o ajudam a hierarquizar as informações. O Google adora, acredita que seu conteúdo tem valor, e te coloca em uma posição ótima. Perfeito para sua marca, certo? 

Redes sociais

A comunicação do seu conteúdo precisa ser efetiva. Atualmente, utilizar bem as redes sociais é fundamental. A cada ano, o consumo de conteúdos pelas redes cresce. Mais de 90% das empresas brasileiras estão nas plataformas, conforme dados da Social Media Trends 2018.

Essas plataformas ajudam na divulgação da marca e no engajamento do mercado com seu escritório. Mas, para ter resultados positivos, você precisa pensar em uma produção de conteúdo contábil direcionada. Se sua persona está presente no Instagram, postar um link no Facebook não terá efeito.

Além disso, é preciso entender os ambientes em que você publica o conteúdo. Cada rede possui públicos e expectativas diferentes. No Twitter, o conteúdo é curto, a linguagem é informal e descontraída. No Instagram, a imagem deve ser surpreendente. No LinkedIn, o texto técnico predomina, junto com a formalidade.

Pense em todos esses aspectos antes de postar. E, talvez, cogite utilizar influenciadores.

A produção de conteúdo contábil pode te colocar como referência no mercado. Quem possui uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo sabe disso. Utilizar bem seus pilares é a melhor forma de alcançar objetivos concretos, como brand awareness e engajamento de marca. Sua imagem agradece!

Aproveite e aprenda como fazer marketing pessoal para contadores!

Deixe um Comentário

>
>