Storytelling: Como falar e ser ouvido1 min read

7 de fevereiro de 2019
maquina-de-escrever-storytelling.jpg

Você sabe qual é a maior dificuldade de um empreendedor?   

Vender? Ganhar dinheiro? Ser o melhor da região? Ter um produto perfeito? 

Bom, eu digo com toda a convicção que é CONTAR HISTÓRIAS. Toda transação humana, precisa de uma história e de todos os aspectos emocionais e conectivos que envolvem esse ato.  

Seja no processo comercial, no desenvolvimento de uma estratégia de marketing, ou até no seu casamento. É preciso contar histórias e envolver pessoas com a mesma!  

É exatamente por esse motivo que vou te trazer algumas dicas para o desenvolvimento de um storytelling matador! Prenda a atenção e conquiste pessoas! 

Histórias vendem? Conexão vende? Qual o motivo disso? 

O corpo humano e suas funções são estimulados por hormônios. Eles fazem o nosso balanceamento biológico, controlam o ritmo de nossas vidas, regulam as funções corporais. São responsáveis por provocar o sono ou o estado de alerta, fome ou saciedade, felicidade ou raiva, por fazer o sistema reprodutor trabalhar, o corpo crescer, engordar ou emagrecer, se estressar ou relaxar, ficar de bom ou mau humor. Podemos dizer que os hormônios moldam nosso comportamento em diversas situações. 

Agora você deve estar se perguntando o motivo de eu estar falando sobre hormônios em um artigo sobre Histórias. Bem, é muito simples!  

Histórias têm o poder de emocionar! E a emoção está diretamente relacionada com a liberação de hormônios.  

David JP Phillips, palestrante e coach com treinamento e estudos voltados para a biologia e neurociência, nos diz que a forma mais genuína de conexão, o momento em que nos encontramos tomados por uma visão completamente guiada da imagem, é quando nos apaixonamos. Vou trazer um exemplo para que você entenda melhor: 

Quando estamos no início de um relacionamento, aquela fase da PAIXÃO ardente, temos a tendência de focar nos bons aspectos (aqueles que nos fazem ficar ainda mais apaixonados).  Esse é o ápice da turbulência química corporal! Não vemos defeitos e a vida ficar melhor do que antes. Tudo por causa de alguns hormônios. 

O processo de Storytelling está totalmente relacionado com o que disse! Histórias conectam, nos fazem ficar apaixonados, fazem com que nossos corpos liberem hormônios.  

Mas como fazer isso? Como conectar e trazer o ouvinte para nosso lado? Trarei 3 dicas para que você consiga essa conexão sem que seu cliente pare de prestar atenção! 

Emocione!

Para que alguém se emocione com sua história, você precisa criar certo tipo de conexão. E uma ótima forma de criar essa conexão é se munir de arquétipos! 

Arquétipos são as primeiras imagens ou impressões de certa coisa. É aquela ideia básica ou conceito que temos quando vemos certo fato. Pode ser um cheiro ou uma sensação, são associações inconscientes! Por exemplo, quando temos a ideia de um cachorro, associamos a lealdade, amizade e obediência. Entende onde quero chegar?  

Quando você consegue inserir certos arquétipos, ideias já introduzidas no inconsciente dos ouvintes, você faz com que eles criem identificações e laços emocionais com sua história!  

Insira detalhes, fatos, acontecimentos e crie conexão! Seu ouvinte precisa reconhecer aqueles fatos em sua vida.

Exagere! 

A ideia aqui é deixar a história mais impactante. Assim, as pessoas tendem a prestar mais atenção! 

Qualquer exagero CHAMA A ATENÇÃO!  

Percebeu? Até fontes diferentes fazem com que você leia com mais atenção!  

Abuse dessa artimanha, independente de qual situação esteja presente! Em uma apresentação da empresa, por exemplo, use números gigantes e com cores marcantes. Aquilo que seria chato e desinteressante, chamará atenção.

Crie momentos marcantes!

Como terceira e última dica, eu digo para que você crie momentos marcantes!  

É a união entre informações importantes, exagero e emoção! Você precisa ligar todos esses fatores ao sentido e, assim, criar histórias e momentos marcantes. Esse é o segredo para que te escutem e para que espalhem sua história. O que nos marca é lembrado e reproduzido!

Conclusão:

Histórias vendem, conexão vende, emoção vende!  

Traga humanidade a sua história, exagere, conecte-se e seja lembrado. Uma boa história precisa ser contada e pessoas precisam ouvi-la! Assim que se preocupar com as marcas deixadas, seus negócios mudarão por completo.

Por Kadu: Gestor de Conteúdos da Nucont

Reading Time: 1 minute

>