5 dicas para melhorar a gestão de empresas contábeis

Falar de gestão contábil tem seus dois extremos: por um lado, algo que agrada aos olhos e ouvidos dos perfis mais empreendedores e, por outro, um lado um tanto quanto assustador para os mais conservadores.


É totalmente compreensível que se tenha esse misto de percepções quando se fala em gestão, afinal, é o ato de gerir, administrar, gerenciar. Tem quem ame, tem quem não queira nem ouvir falar por pensar ser algo muito além do que se pode executar.


Mas hoje, o que vamos falar aqui é algo que certamente serve para os dois lados dessa moeda. As 5 dicas para melhorar a gestão do seu escritório contábil vão mostrar que este assunto não é o bicho de sete cabeças que parece e, ainda, trazer uma visão ainda mais direcionada àqueles que já estão acostumados e gostam de estudar sobre o tema.



Antes de tudo...


Antes de iniciar, acho importante frisar o porquê é tão importante falar sobre gestão de empresas contábeis. Ocorre que, além de lidar com uma das legislações mais inconstantes e complicadas do mundo (a brasileira), os contadores possuem um papel de “conselheiros” - pois conseguem ter uma visão quase que panorâmica dos resultados de uma empresa (seu cliente) e influenciar diretamente no poder de ação daqueles que confiam seu negócio a eles. É de uma responsabilidade imensa.


Mas, não bastasse tudo isso, os contadores ainda precisam lidar com a realidade do seu próprio escritório ou empresa contábil, ou seja: gerenciar, executar, liderar pessoas, produzir resultados, vender e crescer num cenário que parece cada vez mais competitivo.


Compreendida a importância de abordar este tema com frequência no ambiente de contabilidade, é hora de falarmos sobre as práticas mais úteis para aplicar numa empresa contábil e melhorar a gestão como um todo. Vamos lá?


1. Adeque as ferramentas aos seus processos, e não o contrário:


Existem ferramentas para todos os tipos e para todas as funções disponíveis no mercado, inclusive gratuitas (confira as 14 ferramentas que todo contador deve conhecer). A maioria muito bem pensada, divulgada e apresentada - um trabalho bem feito pelas empresas que os desenvolvem e os tornam bastante atraentes. A armadilha, aqui, é passar a moldar seus processos de acordo com a(s) ferramenta(s) utilizada(s).


Isso não é nem um pouco aconselhável porque todo o trabalho que é detalhadamente elaborado pela sua empresa, testado e executado pelos seus colaboradores fica a mercê de uma ferramenta, essa que por sua vez fica a mercê do mercado e precisa se reinventar e alterar a qualquer momento.


2. Tenha indicadores atualizados diariamente:


gestão-de-empresas-contábeis

Ainda que pareça difícil, a prática de atualizar indicadores diariamente pode ser facilmente inserida na cultura do escritório se você realmente entender o quanto ela contribui para sua gestão. Dia após dia, com números em mãos você é capaz de analisar detalhadamente até mesmo as micro atividades e visualizar com mais agilidade as variáveis de cada uma delas, ou seja, ao menor sinal de melhora ou piora, o resultado é visto imediatamente.


3. Invista em um bom stack:


Sei que falei logo acima sobre o risco de moldar os processos da empresa às ferramentas disponíveis no mercado. Mas, é inegável que elas ajudam. Ter um bom stack significa ter uma boa gama de softwares que te auxiliam. Para a área comercial, contábil, fiscal, gestão de RH entre outras, escolha os softwares que fazem mais sentido para o seu negócio, aprenda a usá-lo de maneira que possa extrair dados úteis para melhorar sua gestão e voilà!


4. Desenvolva e cultive o “espírito de start up” para uma gestão de empresas contábeis de sucesso:

 

Por mais tradicional que seja seu escritório, por mais anos de mercado que você possua, inovar é e sempre será fundamental. Tenha em mente que o fato de desenvolver e cultivar uma cultura de start up não necessariamente quer dizer que você seja uma. O segredo é pegar os pontos positivos que esse tipo de modelo de negócio possui e aplicar no seu: inovação, tecnologia, flexibilidade para mudanças (você já oferece a contabilidade consultiva no portfólio de serviços?) e uma vontade imensurável de fazer melhor a cada dia.


Dica extra aqui: incentive o “senso de dono”. Além de treinar os atuais colaboradores, em uma eventual contratação também prefira aqueles que possuem essa característica no perfil. Entender que faz parte da empresa e tem influência direta nos resultados faz com que o profissional se sinta importante e parte do negócio.


5. Implemente um sistema de gestão da qualidade (ISO 9001):


Essa com certeza é a dica que mais deve ter destaque neste texto. Você já ouviu falar de ISO 9001 em escritórios de contabilidade? Se não, está mais do que na hora de se informar sobre. Explico o por quê: um sistema de gestão da qualidade (SGQ ou ISO 9001) vai elevar a gestão e colocar seu escritório em outro patamar!


Além de envolver cem por cento da gestão estratégica da sua empresa, ele vai criar procedimentos de trabalho e padronizá-los, mapear e melhorar os processos já existentes, além de criar novos ou eliminar os que são dispensáveis, tudo visando a melhoria contínua nos serviços oferecidos.


Um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) também vai te ajudar a criar um olhar minucioso para todos os riscos e oportunidades que hoje você talvez não consiga enxergar. Uma grande sacada aqui é: se você acha que não tem tempo para ser um gestor, para olhar e explorar a estratégia da sua empresa contábil e ainda fica muito tempo na operação, essa dica é ainda mais valiosa. Considerar essa solução pode ser uma excelente saída para este problema.


Para finalizar…


Se você leu até aqui, se o título do texto te chamou a atenção e fez com que você parasse por alguns minutos e concentrasse sua energia nesse assunto, eu não tenho receio em dizer que uma parte do caminho já está sendo trilhada para melhorar a gestão de  sua empresa contábil. Sem dúvidas se educar faz parte da jornada.


Acho importante frisar também que todas as dicas acima servem não só para aqueles que já são gestores, mas também para os que estão se tornando e iniciaram agora e ainda são aplicáveis a todo tipo e modelo de empresa contábil. O importante, no final de tudo, é buscar a melhoria e excelência e claro, desfrutar dos resultados.

Artigo produzido pela equipe Templum

About the author

Kadu

Especialista em Marketing de Conteúdos, SEO e redação. Apaixonado por música, pela Contabilidade e por um mundo melhor. Ativo na luta contra todas as chatices da vida.