ESocial: Os contadores vão poder trabalhar?

Publicado por Kadu em

Imagem do e-social

Bom, começarei esse artigo explicitando o seu real objetivo: 

Gerar uma união de classe, abrir os olhos e convidá-los para desenvolver uma solução para a EXTREMA burocracia estatal que te impede de trabalhar da forma correta.

Vamos ao artigo!


O governo te deixa trabalhar?


As entregas da contabilidade não podem se resumir somente às obrigações acessórias!

Mas, por algum motivo, o contador assumiu essa função de calculador” de impostos, emissor de guias e entregador de declarações.

Com todas essas funções, o contador deixou de cumprir seu verdadeiro papel:

O papel de usar a contabilidade, a ferramenta fundamental para a saúde das empresas, a favor dos empresários.

A empresa contábil precisa levar os empresários do ponto A ao ponto B, levar ao sucesso!

Os Contadores e Contadoras precisam fazer com que as empresas cresçam. Tudo isso, usando inteligência de informações para tomar decisões melhores. Tirando assim, as empresas da estatística do IBGE de mortalidade.

VOCÊ é agente da transformação! É agente da riqueza

Você detém informações e tem expertise para MOVIMENTAR o mercado, gerar empregos e trazer benefícios ao país.

Mas, o que acontece quando a burocracia é TÃO GRANDE que absorve 100% do tempo do contador, além de  toda capacidade (até mesmo técnica) de cumprir outras ações.

100%
Tempo tomado

 

O contador precisa gastar o dia inteiro com leituras legislativas, se atualizando sobre as atrocidades das Obrigações Acessórias e a apuração de impostos.

Vamos falar do eSocial:


Quero falar especificamente do eSocial.

A mais nova chatice, digo, a mais nova obrigação acessória e que veio para substituir e unificar algumas outras obrigações:

Obrigação

O que é?

GFIP

Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social

CAGED

Cadastro Geral de Empregados e Desempregados para controlar as admissões e demissões de empregados sob o regime da CLT

RAIS

Relação Anual de Informações Sociais

LRE

Livro de Registro de Empregados

CAT

Comunicação de Acidente de Trabalho

CD

Comunicação de Dispensa

CTPS

Carteira de Trabalho e Previdência Social

PPP

Perfil Profissiográfico Previdenciário

DIRF

Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte

DCTF

Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais

QHT

Quadro de Horário de Trabalho

MANAD

Manual Normativo de Arquivos Digitais Folha de Pagamento

GRF e GRRF

Guia de Recolhimento FGTS e a Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS

GPS

Guia da Previdência Social

FP

Folha de Pagamento


MAAS, na prática, não substituiu! Só fez com que as empresas contábeis gastassem muito tempo revendo, estudando, retificando e correndo das multas.

O clima está TENSO!

E o contador não consegue fazer outra coisa.

Ficou tão tenso que, na semana do dia 9 de maio, foi organizada uma audiência só para essa bendita obrigação.

A Audiência do eSocial:

A audiência pública do eSocial foi organizada pelo deputado Alexis Fonteyne e tinha objetivo de discutir sobre os impactos negativos do eSocial na economia brasileira. 

Inúmeras figuras importantes da Contabilidade foram convidados a participar da importante discussão.

E nesse encontro, surgiu uma das declarações mais marcantes: A de Sergio Contente. Sergio fez um desabafo caloroso em relação a toda burocracia estatal.

sergio contente

Sergio Contente

Eu amo a burocracia, eu vivo disso! Mas, você estão dando uma dose cavalar de açúcar a um diabético! Empresas terão que fechar portas, meus clientes estão desistindo!

Veja a declaração completa nesse vídeo:

O eSocial é uma obrigação da empresa, mas quem absorve o custo disso são os contadores!

O contador não consegue repassar o resto desse trabalho a seu cliente.

Temos duas classes sendo prejudicadas!

De uma lado os empresários, onde os custos se tornam MUITO grandes. A informalidade aumenta e o desemprego também.

E do outro lado estão os contadores,absorvidos e atolados por todas as entregas e eventos do eSocial que precisam ser cumpridos. Tudo isso sem suporte ou aparatos suficientes para suportar essa EXTREMA burocracia.

A União de classe é necessária!


A ideia é a UNIÃO! Unir a classe contábil para descobrir como se posicionar para combater essa dificuldade imposta pelo eSocial.


Abaixo assinado:


Da Audiência, surgiram algumas campanhas e ações para simplificar o eSocial e reduzir volume de horas e trabalho.

Uma dessas ações foi o abaixo assinado que visa reduzir o volume de informações necessárias para o desenvolvimento do eSocial. Dessa forma, os contadores podem trabalhar de forma assertiva.

Qual a conclusão disso tudo?


O que temos que concluir é que só a união o inconformismo e a busca por melhorias vão mudar essa situação.

Precisamos trazer, reacender a economia brasileira!

O empresário precisa trabalhar e gerar riqueza!

E o contador precisa ser o guia para esse sucesso!

O contador nasceu para estar do lado do empresário.

Então, esse é um apelo para que os contadores e empresários possam cumprir suas verdadeiras funções:

Gerar riqueza, empregos e fazer o país prosperar!

VAMOS JUNTOS!


Quer participar dessa discussão ao lado de contadores do Brasil todo?

Participe do Grupo CSC na Política! 

Ahh, prefere assistir do que ler? Então, confira o vídeo da Fernanda Rocha sobre o tema:


Kadu

Especialista em Marketing de Conteúdos, SEO e redação. Apaixonado por música, pela Contabilidade e por um mundo melhor. Ativo na luta contra todas as chatices da vida. Contato: [email protected]

>