Contabilidade Consultiva

Por que a contabilidade é a ciência da riqueza?

26 jan

Certamente, você já deve ter ouvido falar que a contabilidade é a ciência da riqueza, certo? Porém, sabe o real motivo de esse termo ser utilizado?

Estratégias de marketing digital para você aplicar em seu escritório contábil

Neste kit, você encontrará métodos que te ajudarão a vender seus serviços contábeis. Desde o Marketing Digital (emails e redes sociais) até métodos de proposta!

A contabilidade é a ciência da riqueza, pois, através dela, é possível identificar qual será o progresso de uma empresa e propor ações que colaboram para o seu crescimento financeiro.

Tendo como base informações contábeis, o contador consegue, facilmente, identificar pontos que impactam na evolução de um negócio e orientar como resolvê-los.

Indo um pouco mais além, é possível dizer que a contabilidade é uma ciência social. Afinal, não há um país próspero, com economia forte, se as empresas não seguirem essa mesma linha. 

Confira, agora, porque a contabilidade é a ciência da riqueza, qual a sua importância para as empresas, quanto influencia no seu crescimento e, no final, como oferecer um serviço contábil que realmente traga resultados para os seus clientes e para o seu escritório!

Por que a contabilidade é chamada de ciência da riqueza?

É praticamente impossível tentar explicar porque a contabilidade é chamada de ciência da riqueza sem citar o professor Antônio Lopes de Sá.

Contador, administrador, economista e doutor em Letras e Ciências Contábeis, entre tantos ensinamentos da área, uma das suas frases mais conhecidas e difundidas é:

A contabilidade é a ciência da riqueza e da prosperidade. A contextualização dos fatos e a interpretação dos acontecimentos são o verdadeiro papel do contador.”

Segundo o Prof. Antônio Lopes de Sá, a contabilidade é a ciência da riqueza, pois, com base nas informações contábeis recolhidas, é possível imaginar qual vai ser o progresso de uma empresa.

Essa “imaginação”, por sua vez, é respaldada em raciocínios lógicos, organizados com o apoio de um método, que é a contabilidade.

Não se pode esquecer também que ciência é o conhecimento profundo sobre algo. No caso da contabilidade, especificamente, podemos dizer se trata de pleno entendimento da saúde financeira de uma empresa.

De forma prática, é papel do contador recolher todas as informações contábeis de um negócio, organizá-las, analisá-las, interpretar os fatos e entregar ao seu cliente soluções e orientações que realmente o levem à prosperidade (leia-se riqueza).

Em resumo, a contabilidade é a ciência da riqueza, pois dá ferramentas para que o contador analise e compare fatos, a fim de entregar ao seu cliente soluções e direcionamentos que o leve a ter uma empresa próspera e realmente lucrativa.

Qual a real importância da contabilidade para as empresas?

Qual a real importância da contabilidade para as empresas?

De acordo com o Sebrae, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, as principais causas de fechamento das empresas nos seus primeiros 5 anos de vida são falta de planejamento estratégico, má gestão empresarial e o comportamento do empreendedor.

A entidade constatou, por exemplo, que 39% dos empreendedores que não tiveram sucesso em seus negócios não sabiam qual era o Capital de Giro necessário para abrir a empresa.

Além disso:

  • 32% não conheciam os aspectos legais do negócio;
  • 31% não sabiam o investimento necessário para o negócio;
  • 50% não determinaram o valor do lucro pretendido;
  • 42% não calcularam o nível de vendas para cobrir custos e gerar o lucro pretendido.

Concorda que todos esses problemas poderiam ser facilmente resolvidos com o apoio de um contador?

Na definição do Capital de Giro, por exemplo, o papel do profissional contábil é orientar o empresário a como calcular e administrar esse recurso corretamente.

Parte do planejamento financeiro de qualquer negócio, o Capital de Giro é o que mantém o bom funcionamento do ciclo operacional de uma empresa. Por conta disso, preciso ser visto com uma abordagem estratégica.

Mas o que estamos querendo dizer com esse exemplo? Simples! Que a contabilidade é importante para as empresas desde os seus primeiros passos. 

Não à toa é chamada de ciência da riqueza. Afinal, sem ela, não é possível um negócio prosperar.

O verdadeiro (e atual) papel da contabilidade para as empresas

Mas quando falamos sobre a importância da contabilidade para as empresas, é possível listar uma série de fatores que reforçam o seu papel e a necessidade do suporte de um contador.

Por exemplo, com o apoio da ciência da riqueza, entregue pelas mãos de um contador, o empreendedor consegue ter a visão exata de todas as suas receitas e despesas. Isso dá a ele a real percepção no que diz respeito à sua lucratividade e rentabilidade. 

Porém, sabemos que nem tudo é um “mar de rosas” e, muitas vezes, uma empresa pode não estar apresentando os resultados esperados.

Quando os números estão abaixo das expectativas, também é a ciência da riqueza que mostra o caminho pelo qual o empreendedor deve seguir para reverter a situação.

Estamos passando por um importante processo de modernização da contabilidade. Por conta disso, os profissionais dessa área precisam deixar de ser vistos apenas como as pessoas que emitem guias, ou ainda, aqueles que são os “portadores de más notícias”.

Atualmente, não há mais como ser um bom contador se não atuar de forma consultiva!

Ou seja, ao invés de se limitar a apenas gerar relatórios cheios de números que não dizem absolutamente nada para os seus clientes, cabe a você, contador, interpretar, encontrar boas soluções e entregar todo esse valor ao seu cliente.

Em outras palavras, é como se você pegasse um idioma que o empreendedor não conhece e não entende, traduzir e devolver de maneira que ele consiga compreender e usar em seu benefício.

Como a contabilidade interfere na riqueza e sucesso dos clientes?

Como a contabilidade interfere na riqueza e sucesso dos clientes?

A explicação anterior, por si só, deixa ainda mais claro porque a contabilidade é chamada de ciência da riqueza, concorda?

Sintetizando tudo que dissemos até agora, a contabilidade, especialmente a Contabilidade Consultiva, deve ser vista como uma forte aliada do empreendedor para as suas tomadas de decisões. 

É a ciência da riqueza que entrega a ele a base necessária para decidir quais serão os próximos passos rumo à prosperidade do seu negócio. Esse respaldo ajuda, inclusive, a reduzir consideravelmente as chances de dar passos errados.

Se formos listar os diferentes momentos em que a contabilidade interfere na riqueza e no sucesso das empresas, não podemos deixar de citar:

  • suporte no planejamento estratégico
  • apoio no planejamento tributário
  • auxílio na organização do controle financeiro
  • auxílio na gestão de fluxo de caixa
  • contribuição na hora de adquirir crédito
  • redução de gastos

Suporte no planejamento estratégico

Planejamento estratégico consiste em reconhecer a situação atual de uma empresa e, com base nessa informação, fazer uma projeção para o seu futuro.

Quando falamos em planejamento estratégico na Contabilidade Consultiva esse reconhecimento se torna ainda mais completo e com foco mais evidente nos resultados.

Baseado em informações reais, o contador ajuda o seu cliente a definir metas, objetivos, a analisar o mercado de atuação e a criar um plano de ação que permita alcançar exatamente o que se deseja.

Vale lembrar que a parte prática do planejamento estratégico, ou seja, a sua elaboração e execução é de responsabilidade do empreendedor. 

O papel do contador, baseado na ciência da riqueza é analisar os dados de forma aprofundada e mostrar ao seu cliente quais as melhores alternativas para alcançar o sucesso.

Apoio no planejamento tributário

Não tem como falar em contabilidade sem mencionar tributos, não é verdade? Além disso, não há como ignorar que o pagamento de impostos impacta diretamente na riqueza das empresas.

Quanto a isso, cabe ao contador encontrar qual o melhor regime tributário para o seu cliente, de modo que a empresa funcione legalmente, mas sem precisar pagar mais por isso.

Por esse motivo, é fundamental que o profissional contábil esteja em constante análise sobre qual o melhor enquadramento. A ideia é sempre apresentar opções que resultem em menos despesas e mais lucratividade.

Auxílio na organização do controle financeiro

Muitas pessoas pensam “Só tenho um contador porque sou obrigado. O controle financeiro que eu mesmo faço já é o suficiente”. No entanto, não podemos deixar de destacar que essa é uma maneira bastante equivocada de ver o papel da contabilidade.

Por exemplo, muitos empreendedores não sabem quanto é importante separar as contas pessoais das contas da empresa, em especial os que administram micro e pequenos negócios.

Outros, não conseguem enxergar soluções para diminuir, ou mesmo acabar, com perdas financeiras decorrentes da inadimplência dos seus clientes.

Também é papel do contador, por meio da ciência da riqueza, ajudar para que o seu cliente tenha uma empresa financeiramente organizada.

Auxílio na gestão de fluxo de caixa

Fluxo de caixa é um instrumento essencial para uma boa gestão financeira. Consiste em um documento no qual são apresentadas todas as entradas e saídas de uma empresa.

Essa ferramenta é essencial para que o empreendedor consiga ter o real controle da saúde financeira da sua empresa.

Mas para que o fluxo de caixa realmente seja eficiente, é bem importante que nele estejam registrados, detalhadamente, todos os ganhos e gastos do negócio, por menores que sejam.

Qual o papel do contador nesse processo? Cabe ao profissional contábil mostrar ao seu cliente a importância desse documento e quais insights podem ser retirados dele com foco na prosperidade da empresa.

Contribuição na hora de adquirir crédito

São vários os motivos que podem levar uma empresa a precisar de um financiamento ou empréstimo bancário. Pode ser abertura de uma nova filial, aquisição de mais matéria-prima para dar conta dos pedidos, renovação de estoque, compra de um imóvel para montar a sua sede etc.

Porém, os bancos têm uma série de exigências para conceder esses créditos. E, caso você ainda não saiba, o serviço contábil tem grande peso nessa aprovação.

Antes de liberar o dinheiro, as instituições financeiras avaliam detalhadamente a situação financeira da empresa.

Para isso, é feita a análise do Balanço Patrimonial, do Demonstrativo de Lucros e Prejuízos Acumulados, do Demonstrativo dos Resultados do Exercício, entre outros. 

É justamente aqui que a ciência da riqueza vai ajudar o empreendedor! Afinal, sem estar com esses documentos em dia, é praticamente impossível conseguir crédito.

Inclusive, esse serviço pode ser um dos pontos de destaque quando você precisar conscientizar o seu cliente sobre a importância da contabilidade para o crescimento do negócio que administra.

Redução de gastos

Já dissemos anteriormente que a contabilidade ajuda os seus clientes a terem menos gastos quando encontra o regime tributário certo, se lembra? Porém, a ciência da riqueza pode ir muito além disso.  

Ela também ajuda a evitar que as empresas paguem multas decorrentes de problemas com o Fisco.

Por exemplo, as obrigações acessórias são declarações mensais, trimestrais ou anuais que todo negócio deve prestar. Porém, quando não atendida essa determinação dentro dos prazos estipulados, a empresa está passível de pagamento de multas.  

Ou seja, mais uma vez a participação da contabilidade impacta na riqueza e no sucesso da empresa, ao garantir que questões como essa sejam cumpridas

Como oferecer um serviço contábil que realmente traga resultados?

Como oferecer um serviço contábil que realmente traga resultados?

Mas a ciência da riqueza somente justifica esse nome quando o posicionamento do contador faz jus a ele.

Em outras palavras, o que estamos querendo dizer é que a sua postura frente aos seus clientes também precisa mudar.

É fundamental mostrar a eles a importância da contabilidade para a prosperidade do negócio que administram. Ou seja, salientar que o seu trabalho vai muito além de apenas entregar relatórios contábeis ao final de cada mês.

Mas qual a melhor maneira de fazer isso? Simples! Por meio da Contabilidade Consultiva. Além de ser um importante diferencial competitivo para o seu escritório, é o caminho para realmente levar os seus clientes ao sucesso.

Com isso, você não apenas fideliza as empresas que já estão com você, mas também tem ferramentas suficientes para atrair novos clientes para o seu escritório de contabilidade.

O principal motivo é que, quanto mais empresas crescerem com a sua ajuda, mais atrativa a sua forma de trabalhar se torna para outros negócios que ainda não têm um relacionamento com você. 

A consequência disso não é apenas o aumento do faturamento dos seus clientes, mas o seu também!

Ainda não sabe como tudo isso funciona? Então você precisa ler o artigo “Contabilidade Consultiva – Guia Definitivo: o que é e como fazer?

Deixe um Comentário

  • […] também é um dos motivos pelo qual a contabilidade é chamada de ciência da riqueza. Ela permite identificar com clareza e precisão qual será o progresso de um negócio e, com base […]

  • >
    >