Case Nucont: Mappi e a Contabilidade Consultiva

Publicado por Kadu em

Logo da Mappi representante do case e da Contabilidade Consultiva

Como uma mudança de Mindset transformou por completo a vida de dois contadores insatisfeitos com o mercado. 

 

Na minha trajetória de contabilista, os indicadores sempre estavam ao meu redor, mas eu nunca havia conseguido determinar quais deles seriam importantes para as empresas e como poderia organizá-los de forma que contassem a trajetória da empresa.  Eu estava perdido... Quais números analisar? Quais comentários fazer? Eu precisava de um norte. Não dava mais! 

 

Ano de 2010, um ano com densas transformações tecnológicas, políticas e biológicas. O mundo inteiro transitava por mudanças e evoluções.  

 

O Brasil elegia, pela primeira vez, uma mulher para a presidência da república. 

 

Um dos países mais miseráveis do planeta, o Haiti, sofria um devastador terremoto de 8.0 graus na escala Ritcher 

 

O príncipe da Inglaterra anunciava seu noivado com uma plebeia. 

 

A tecnologia das interfaces de entretenimento evoluía de forma absurda. 

 

Videogames e celulares saíam dos botões e passavam a ser sensíveis ao toque e aos movimentos. 

 

As empresas de tecnologia contábil ganhavam cada vez mais força. 

 

E nesse emaranhado de mudanças, surgia, dentro de uma empresa de software contábeis,Mappi Contabilidade.


A tecnologia se transformava em uma aliada do empreendimento:

 

Mappi começou a surgir como um núcleo de uma empresa de software. Michael e Jefferson eram responsáveis pelos desenvolvimentos contábeis dessa empresa.  

 

Tudo nasceu em meio tecnológico, as integrações faziam parte de toda rotina. 

 

Até o ano de 2012, as coisas evoluíam de forma linear e positiva, mas um acontecimento criou um desvio no caminho que Michael e Jefferson trilhavam.Sage, uma multinacional britânica de softwares, comprava a empresa onde trabalhavam. 

 

Aquilo metamorfoseava toda a metodologia de trabalho e de cultura que Michael e Jefferson pregavam. O incomodo e a vontade de serem os melhores fez com que resolvessem tomar um caminho novo. Eles não poderiam ficar presos às exigências e uma alteração total da diretoria da empresa fez com que Michael e Jefferson precisassem reafirmar toda carreira já construída. Não queria isso! Resolveram gastar a energia de outra forma. Decidiram seguir um outro caminho! 

 

Queriam mais! Queriam fazer acontecer! Queriam tomar as rédeas! 

 

Queriam estar no controle das mudanças! 

 

Resolveram empreender e abrir um escritório próprio. Eles conseguiam fazer mais. E, usando a tecnologia, como uma aliada, teriam resultados incríveis. Eles sabiam uni-las!  

 

 

Surgia, por completo, a nova Mappi. 


Contabilidade, a ferramenta das decisões:

 

 

Toda a experiência no ramo contábil trouxe um pensamento a jogo. A contabilidade deveria ser usava como uma ferramenta para tomada de decisões. Eles precisavam fazer parte das transações empresariais e ajudar com insights para cada acontecimento financeiro.  

 

A Expertise tecnológica foi essencial para que conseguissem implementar essa metodologia no escritório. A tecnologia BI e a elaboração de planilhas em Excel, permitiu que elaborassem apresentações contábeis para clientes. 

 

Agora, tinham certeza de que a contabilidade faria parte da tomada de decisões. As apresentações contariam a história das empresas e todo desenvolvimento dos negócios.  

 

Os números seriam representantes da evolução. O sucesso viria ao piscar dos olhos! 

 

Estavam errados... 

 

Nas primeiras apresentações, sentiram que algo estava em falta. Aqueles gráficos não contavam histórias. Os clientes enxergavam como um gasto a mais, não conseguiam perceber evoluções.  

 

Zero valor... 

 

Michael e Jeferson sentiam a necessidade de algo a mais.  

Michael Mappi fundador da Mappi e especialista na contabilidade consultiva

Michael

Sócio Fundador da Mappi

“Nossa sensação era de que o trabalho que estávamos fazendo era somente para atender as obrigações legais...” 

 

Eles sentiam-se como Funcionários do Governo.  

 

Entenderam que as apresentações não seguiam padrão e linguagem assertiva. Eles precisavam desenvolver indicadores certeiros, tanto para a análise quanto para o entendimento.  

 

Mas, como?? Como conseguiriam essa clareza?  


A tecnologia novamente fazia parte da revolução:

 

Já ficou claro nessa história que a tecnologia foi a aliada de todas as transformações. A boa relação dos dois sócios com a modernização, fez com que tomassem caminhos completamente inovadores e que proporcionaram momentos incríveis.  

 

 

Em 2017, um desses momentos surgiu por um bate papo nas redes sociais. Um amigo de Michael enviou um link de uma nova ideia que surgia no mercado contábil: Uma planilha, produzida por uma Startup mineira que dava as caras no mercado. 

 

A planilha transformava os balancetes em uma adaptação muito mais completa de gráficos e indicadores! Ela desenvolvia exatamente aquele ponto de dúvidas e incertezas de Michael! 

 

Aquela ideia trazia uma luz para a Mappi 

 

Aplicaram a planilha para um cliente e perceberam que aqueles indicadores eram formatados de maneira muito mais certeira.  

 

Estaria aí a chave para a transformação? 

 

Precisavam conhecer mais sobre essa nova Startup. Precisavam conhecer a tal da Nucont! 

 

“Aqueles indicadores eram a história das empresas!”  


Foram de encontro com a Nucont e a verdadeira Contabilidade Consultiva

 

 

Michael e Jefferson decidiram buscar mais informações sobre a Nucont. Entraram no site, conheceram a Fernanda Rocha e o movimento #CSC. A identificação foi logo de cara. Toda a jornada do movimento e da autora pela valorização mexeu com a cabeça deles! 

 

A startup pregava a transformação e o alinhamento tecnológico. Tudo isso ligado a valorização da classe contábil.  

 

Era isso! 

 

Conversaram com a equipe comercial e conheceram a ferramenta completa:  Nucont Dashboard! 

 

A Planilha Dashboard que haviam usado naquele cliente era apenas um gostinho do que o Nucont Dashboard poderia proporcionar.  

 

Precisavam daquela tecnologia! O entusiasmo pela inovação novamente fazia a cabeça dos sócios. 

 

Fecharam com a Nucont e partiram para implantação da ferramenta.  


A solução nem sempre está nas ferramentas: A Imersão para Contadores Consultores 

 

Michael Mappi fundador da Mappi e especialista na contabilidade consultiva

Michael

Sócio fundador da Mappi

Quando comecei a implantar o Nucont eu estava diante da história das empresas, mas alguns dos indicadores não eram tão claros e objetivos pra mim.

Durante o processo de implantação e de iniciação na ferramenta Michael e Jefferson passaram por dificuldades de aplicação. Eles não tinham a compreensão completa dos indicadores. Percebiam que os indicadores contavam histórias, mas não viam clareza nem objetividade em cada um deles. 

 

Eles precisam de um aprofundamento melhor... Foi aí que uma luz surgiu do céu. Ou melhor, uma luz surgiu de uma Imersão. 

 

Michael participou, junto com Fernanda Rocha e Ronaldo Dias Oliveira, de uma mentoria realizada pelo Prof. Cesar Abicalaffe: A Imersão para Contadores Consultores.  

 

 

Essa Imersão desenvolvia uma metodologia que explica o uso dos principais indicadores de análises econômicas, financeiras e patrimoniais. 

 

 

“Este momento foi como se as cortinas tivessem sido abertas e o espetáculo começado. Comecei a compreender melhor os indicadores do Nucont e evoluir com a análise de balanços.” 

 

O Jogo virou! 

 

O Contato com os mentores transformou a forma como Michael e Jefferson enxergavam a Contabilidade Consultiva e os indicadores produzidos com base nela. 


Ampliando os horizontes:  

 

Agora, a Mappi tinha uma análise completamente precisa, além de uma visão comparativa de cada indicador. Estavam prontos para evoluir mais ainda. 

 

Precisavam, AGORA, mirar nos clientes certos! 

 

Michael e Jefferson decidiram que não empregariam essa metodologia para todos os clientes. Não faria sentido, seria um esforço em vão. 

 

 A ideia inicial era ampliar a carteira e conseguir um volume. Não poderiam abrir mão de uma receita fixa. Só depois disso, com um fluxo de caixa bem estabelecido, poderiam nichar sua carteira.  

 

O caminho foi bem objetivo. 

 

Não poderiam existir mais incertezas. Replanejaram tudo e estipularam prazos. 


Partiram para o ataque:  

 

 

Após o estabelecimento de um nicho, Mappi começou a aplicar a metodologia Consultiva para os bons clientes.  

 

Criaram a primeira estratégia: Uma metodologia de “recuperação” para clientes. 

 

Esses clientes que tinham uma mentalidade evoluída e uma vontade de fazer acontecer, tiveram a oportunidade de receber um acesso do Nucont e um acompanhamento diferenciado. 

 

Foram cerca de 5 clientes selecionados à dedo. O escritório exigia a certeza de um bom gerenciamento, uma boa receptividade e garantiam resultados! 

 

A resposta foi incrível. A meta de salvar as empresas foi concluída com louvor! A Contabilidade Consultiva fora colocada em prática como nunca. 

 

Mappi agora era, de fato, um escritório renovado e com ideais muito concretos. Desenvolveram melhor essa metodologia, com uma análise mais aprofundada e com otimização do uso da ferramenta.  

 

Indicações e a satisfação dos clientes foram as respostas. Conseguiram transformar sua carteira.  


Vender e salvar vidas se tornou o lema!  

 

Com todos os processos internos bem desenvolvidos e uma metodologia Consultiva bem estruturada, os sócios decidiram trazer uma abordagem comercial mais agressiva.  

 

Participaram ativamente do desenvolvimento da nova ferramenta da Nucont: O Prospect, ferramenta elaborado para a prospecção com uma análise de indicadores práticos. Bastava a captação de 3 informações básicas na primeira reunião de prospecção: Receita, Custo e Despesa.  

 

Pronto! 

 

Gráficos já traziam um gostinho do que era a Contabilidade Consultiva pregada pela Mappi.  A partir disso, construíram um processo de vendas completamente otimizado e Consultivo.  Reestruturaram cada ponto, da proposta a finalização. 

 

Ampliaram a carteira, chegando aos 45 clientes. Estabeleceram metas e aplicaram técnicas certeiras.  

 

Um bom escritório precisava de um processo de vendas muito bem estruturado. Tanto na captação, quanto na retenção de clientes. Tudo precisava ser perfeitamente planejado! 

 

 

Não bastava só ser bons, eles precisavam ser os melhores, estar rodeado pelos melhores e se destacar como os melhores.  

 

 

As metas eram claras e objetivas:

 

  1. Eles educariam os clientes;
  2. Prospectariam os melhores clientes; (Uma meta específica de transformar os 45 em 60 clientes);
  3. Acompanhariam cada transição das companhias; 
  4. Teriam destaque no mercado como Contadores participativos. 


“A Mappi é um novo escritório! Evoluímos a cada dia.” 

Logo da Mappi representante do case e da Contabilidade Consultiva

Mappi não para de evoluir.  

 

Todoos dias, valores são agregados e aplicados das melhores formas para os clientes. 

 

“Acho que ainda estou no processo de transformação. Transformação na forma de prestar os serviços, na maneira de ver os dados contábeis dos clientes, a evolução das reuniões e orientações sobre os negócios das empresas que atendemos.” 

 

 

Contabilidade Consultiva moveu tudo, transformou a visão e trouxe resultados nunca antes esperados. 

 

A Contabilidade Consultiva abriu portas e tornou dois funcionários de empresas de tecnologia em grandes empreendedores.   

Michael Mappi fundador da Mappi e especialista na contabilidade consultiva

Michael

Sócio fundador da Mappi


“Contabilidade é o ar que eu respiro... Tudo que eu faço hoje tem um pouco de contabilidade.” 

Categorias: Nucont

Kadu

Especialista em Marketing de Conteúdos, SEO e redação. Apaixonado por música, pela Contabilidade e por um mundo melhor. Ativo na luta contra todas as chatices da vida.

>