Case Nucont: Contabme e a Contabilidade Consultiva. Na desistência surge uma oportunidade

Publicado por Kadu em

Fernanda e Rafaeis na jornada da contabilidade consultiva

A história de como dois contadores foram salvos do fundo do poço pela Contabilidade Consultiva 


Era o fundo do poço... Não tinha o que fazer... Nunca tinha passado por uma situação como essa... Minha barriga roncava e minha cabeça doía... Não tinha mais dinheiro e nem mais força de vontade... Eu teria que passar fome para continuar... Era desumano... Dei três batidas no chão e decidi sair do jogo... 

 

 

Rafael Pediconi e Rafael Henrique são os responsáveis pela ContabmeO escritório surgiu em julho de 2016, movimentado pelo cansaço da mesmice e das obrigações que rodeavam o mundo corporativo, assim como as "puxa saquices”. Os Rafaeis trabalhavam juntos em um grupo e precisavam de algo a mais. Não dava, toda essa ambientação só trazia cansaço para os dois. Era necessário algo novo. Empreender era a única forma de sair dessa caixa!  


 

Rafael Pediconi era Contador de formação e Rafael Henrique era administrador. Ambos tinham bastante experiência na área contábil, atuando em grandes empresas e participando das importantes decisões. Era certeiro, um escritório contábil seria o segredo do sucessoEsse era o sonho, era um plano que parecia infalível. Foi exatamente aí o start 


Surgiu a Pediconi Assessoria Administrativa (Aquilo que viria a ser a​ Contabme) 

 

Alugaram um espaço, mobílias, investiram pesado em infraestrutura: Mobília e infra R$ 10.000,00 - Garantia do Aluguel: 6.000,00 - Aluguel mensal R$ 2.000,00 + despesas mensais com seguro, telefone, internet, energia, condomínio, etc. 

 

Eles tinham qualidade de primeira e um escritório perfeitamente de acordo com os padrões. Agora era hora de correr atrás dos clientes. Foi aí que investiram em marketing! Em uma revista local, colocaram um anúncio (aqueles anúncios de revista de bairro que saem por R$ 300 e alcançam no máximo 25 pessoas, sendo que metade nem empresários são).  Agora era só esperar 

 

O sucesso estava garantido 


Nem tudo sai como planejamos:  

 

Não foi como imaginavam... Com a “força” do anúncio, captaram 0 clientes. Foi preciso apelar para indicação e ajuda de amigos empresários, conseguindo os primeiros 5 clientes. Com um ticket médio de R$ 280, faziam o tradicional: escrituração tributária, guia e folha. O faturamento era insuficiente para pagar até mesmo as despesas fixas. Começava a florescer aquela semente da desilusão e da insatisfação. Os clientes não conseguiam ver valor. A contabilidade era só um serviço obrigatório, um mal necessário mesmo, ninguém usava para nada e as contas não se pagavam. 

rafael henrique fundador da Contabme

Rafael Henrique

Sócio Fundador da Contabme

“Lembro-me de uma reunião em que o cliente, com a cara fechada e voz ríspida gritou: ‘Tive problemas com meu antigo contador, sei que terei com você! Vamos só minimizar as dores de cabeça por favor.’ Foi horrível, me senti impotente.” 

2017: A crise. Desistir era uma opção?

 

Chegava 2017 e a situação só piorava. A inadimplência chegou a 60% (acabe com sua inadimplência), e as vendas não saiam. Eles não sabiam vender, não eram pagos e ainda tinham clientes que não davam o menor valor para os serviços prestados. Já era! As contas não iriam se pagar sozinhas... Como iriam pagar o aluguel e arcar com toda a infraestrutura (internet, contas de água, luz, deslocamento, alimentação, lenços de papel para enxugar as lágrimas...)? 

rafael socio contabme

Rafael Pediconi

Sócio Fundador da Contabme

Nunca esqueço que fui ao supermercado com R$ 8,00 e tinha que comprar comida pra mim e pro meu gato, preferi comprar a ração dele.


Teriam que sair do escritório físico, precisariam conter gastos.  

O Home Office era a solução.  


Que crise!  

 

“Não dava! O dinheiro não entrava e precisávamos viver, comer, ter dignidade!”  

 

Essa crise foi a gota d’água para Rafael Pediconi. Acostumado com as grandes empresas, onde contadores tinham uma participação ativa nas decisões, se via em uma situação ridícula. Os clientes não davam a mínima para o que falava... Seria a contabilidade algo descartável para as pequenas empresas? E seu próprio sócio respondia essa questão: 


“A gente não está fazendo contabilidade. Somos meros funcionários do governo. Esse tipo de trabalho não nos gera valor...”.  

 

“Somos hiperburocratas. Nosso trabalho está sendo gerar impostos e não deixar nossos clientes serem presos... 

 

Mas, o que fazer a mais? 

 

Como reverter essa situação trágica? 

  

Rafael Pediconi cansou... Era fato, a contabilidade era uma profissão decepcionanteEstava impotente diante das decepções. Ele tinha se decidido! Iria mudar do país e começar uma vida nova em outro lugar. 

 

“Posso até varrer os chãos de uma lanchonete de Buenos Aires. Não serei mais contador!” 


Enquanto isso, o sócio Rafael Henrique não aceitava essa situação. Sua experiencia em startups fazia com que ele não parasse de buscar por novidades e inovação. Ele sabia que havia mais. Foi em uma de suas pesquisas por tecnologia na contabilidade  que ele encontrou uma ruiva de cabelos cacheados, a tal de Fernanda Rocha.


A mentora louca de cabelos ruivos e cacheados: 

 

Aquela ruiva pregava ideias de revolução e transformação da profissão. Ela levantava a bandeira de um movimento e dissipava as ideias de valorização e participação do contador em cada decisão das empresas. Puts! Ele precisava prestar atenção nessa “maluca”! Foi aí que começou a cavar mais fundo atrás de informações e ideias. A filosofia dessa mentora ia muito além da contabilidade básica. Acabou encontrando uma nova startup que tinha um produto que ampliava e concretizava a ideia de Fernanda: Nucont. 

site antigo nucont

O site daquela startup chamou muita atenção de Rafael Henrique, a fumaça roxa (Era home da primeira versão do site da Nucontque aparecia e toda a formatação e ideologia fizeram com que ele se identificasse com tudo aquilo. A concepção espalhada era a da contabilidade como ferramenta de tomada de decisão, a ciência da riqueza, cada dado gerado deveria analisado e trazido ao empresário como um diagnóstico da saúde da companhia. Era isso o que ele dizia! Havia algo a mais, não era só aquela chatice!  


 

Aquele movimento pregado por Fernanda Rocha era o #CSC: Contabilidade Sem Chatice. Era um grupo com diversos contadores, espalhados por todo o Brasil, com o ideal de disseminar essa vontade de ser valorizado e fazer parte das tomadas de decisão. Era a força e a união de classe. O corpo de Rafael Henrique foi tomado por esperança, aquilo iria revolucionar o mercado.  

 

Ele precisava mostrar para seu sócio! 

A esperança crescia. 

Foi um fiasco!  

 


Rafael Pediconi não acreditou. Para eleaquilo tudo era historinha aquela ruiva era maluca. Ele estava cego! Mas, seu sócio não desistia! No intuito de imergir ainda mais nas ideias do movimento, participava de eventos e interagia com cada participante. Pediconi não tinha tempo para isso. Ele estava ocupado demais com todos os fechamentos e as chatices do escritório. 

 

 

“Não temos clientes para esse estilo de serviçoRafa! Não temos nem clientes direito...” 


O Encontro com a esperança: 

 

encontro regional de São Paulo do CSC foi um dia chave para a história dos dois Rafaeis. Rafael Henrique participou do evento e voltou para o escritório com todos os brindes, ideias e brilho nos olhos. Pediconi, vendo as frases “mal necessário nem a pau” estampada nos adesivos, começou a se interessar (mas, a desconfiança nunca era nula). 


Rafael Henrique começou a se empenhar. Cada mudança e depoimento publicado nos grupos, eram encaminhados para seu sócioDesistir não estava nos planos dele! Pediconi começou a se interessar mais, a movimentação de ideias era o que ele precisava. Mas, como e para quem aplicar esse estilo de serviços? Precisavam de uma nova proposta de serviços. 

 

 

No CSC, alguns contadores pregavam os nichos como uma forma certeira para conseguir bons clientes. Decidiram ir pelo caminho certo, Rafael Henrique tinha experiência com o mercado de startups e esse poderia ser o nicho perfeito. Empresários do ramo das startups tenderiam a ter uma mentalidade muita mais inovadora, os Rafaeis não ficariam batendo cabeça e sofrendo com clientes tradicionais. O primeiro passo era correr atrás desses clientes, eles precisavam ser vistos! Eventos desse público foi a forma de interagir. Lá eles conseguiriam contatos e entender de fato as necessidades desses clientes. Agora eles só precisavam conquistar esses contatos. Mas, como?  

 

A proposta literalmente irrecusável:  

 

proposta da contabilidade consultiva

 

A ideia surgiu de uma divulgação feita pela própria Fernanda Rocha: A Proposta Irrecusável, uma proposta de serviços contábeis, em um estilo de PowerPoint sem chatice, completamente inovadora que pregava serviços diferenciados e completos e trazia uma valorização ao profissional contábil.  

Era isso! Eles conseguiriam deixar de lado aquela proposta feita em uma folha A4 com 3 opções de serviços básicos. Agora a munição para o ataque era muito mais pesada. Com e-mails e contatos captados em cada evento e essa nova proposta, eles estavam prontos para mergulhar de cabeça na captação. Começaram, assim, a enviar e-mails para toda a base. 


 

Dezembro de 2017 foi o mês dos maiores acontecimentos. A primeira resposta apareceu. Uma cliente bem influente no mercado de startups queria conhecê-los. Foi uma das melhores reuniões já feitas! A proposta de valor que elaboraram encheu os olhos da empresária. Ela sofria com a última contabilidade e a falta de suporte financeiro e organizacional. A empresa precisava de uma ajuda e os Rafaeis estavam dispostos a ajudar!  

camila cliente dizendo sobre a contabilidade consultiva da contabme

    Camila     Florentino

Fundadora da Celebra.co, Cliente da Contabme e fã dos Rafaeis

Poxa! Eu vejo minha empresa aí!! Eu preciso disso e preciso de vocês!

 

movimento #CSC e a ferramenta da Nucont haviam tirado os contadores decepcionados do fundo do posso! 

 

Celebrar: Um case de sucesso.  

  

Começaram a organizar toda a contabilidade dessa empresa. Pegaram aquele serviço em março de 2018, mas analisaram desde o início do ano. Precisavam de um comparativo e de uma avaliação mais precisa. Não fariam só o básico! Observaram cada indicador, cada mudança e perceberam que a coisa não estava muito boa... A investigação trouxe um diagnóstico trágico: Um câncer financeiro causado pela desorganização anterior. 

 

 

 

Enxergaram uma movimentação anormal nos indicadores do Nucont. Havia uma alteração nos gráficos em “Gestão de Tesouraria” e “A Pagar VS Receber”. O problema estava escancarado, verificaram que o Ciclo Financeiro daquela empresa estava prejudicado. Necessidade de Capital de Giro era maior que o próprio Capital de Giro. Isso tornava o Saldo de Tesouraria negativo...  

 

contabilidade consultiva em dashboards

Estaria essa cliente beirando a falência? Existia solução? 

 

Com todo estudo e conhecimento financeiro, além da imersão completa no ideal de salvar empresas. Eles uniram todos as forças em busca de uma solução. Encontraram um caminho! Seria trabalhoso e custoso, mas traria bons frutos: 

 

Agora era hora de retomarem o sonho inicial. 

Iriam auxiliar as empresas na tomada de decisão. 

Era hora de serem o que sonhavam:  médicos das empresas. 

Arregaçaram as mangas e começaram! 

 

A adequação dos prazos médios daquela empresa foi o primeiro passo. Modificaram a data de emissão de cada nota fiscal (Do final para o Início do mês) e orientaram a empresa a criar uma régua de cobrança para tratar toda a inadimplência. Desenvolveram uma solução completamente certeira, a estratégia foi genial! Foi um renascimento! A Contabilidade Consultiva munida dos indicadores e da expertise financeira salvou uma empresa beirando a morte.  

 

O sentimento de dever cumprido era impagável. Os Rafaeis nunca tinham se sentido assim em toda carreira. A alegria contagiava seus corpos, não conseguiam conter os sorrisos de orgulho 

rafael henrique fundador da Contabme

Rafael Henrique

Sócio Fundador da Contabme 

“Lembro-me bem desse dia exaustivo de reunião e planejamento com a Camilla da Celebrar. No final, trocamos sorrisos e ela me disse: “Vocês me salvaram do vale da sombra da morte!” 

 


As indicações choviam. Aquele orgulho trouxe-os forças para continuar salvando mais e mais empresas. 

 

 

Essa cliente foi a validação para a Contabilidade Consultiva. Precisariam espalhar por toda a carteira. Contabilidade não era mais só um balanço fidedigno, era fazer parte! Desenvolveram uma estratégia de marketing, usando como case a história da empresa que haviam salvado e partiram para o ataque novamente.  


“Sempre existe algo que possamos fazer para que nossos clientes sintam nossa presença!”  

 

 

A ideia era concreta, não fariam mais o básico. Seus serviços eram diferenciados. Montaram toda linguagem e abordagem voltados para o atendimento consultivo. Criaram uma estratégia de Trial: Aos clientes iniciantes no processo da contabilidade consultiva, cobravam um preço de adaptação durante 2 meses. Tinham certeza de que seria um tiro certeiro! Um acompanhamento assim fidelizaria qualquer um.  

 

Estavam certos!  

 

A atualização e busca constante por inovação fizeram com que a carteira de clientes crescesse de forma exponencial e orgânica. A realidade era outra! Todo o passado e a jornada serviram de ensinamento para que o escritório se desenvolvesse de forma absurda. Uma “luz” no fim do túnel fez com que não desistissem e hoje são eternamente gratos por esse espectro.  

  

Contabme tinha outra cara, era outro escritório!  

 

Estavam preparados de fato para enfrentar com mais forças os desafios da vida real (clientes desorganizados, a busca por clientes, o desenvolvimento de um trabalho de qualidade e ainda os milhões de fechamentos e obrigações). Não seria fácil, mas estavam dispostos!  

 

“Passei a gostar do Domingo à noite! O começo da semana é algo que me motiva.” 

 

Tudo mudou!  

 

Hoje, eles têm um Mindset completamente renovado. São cientistas da riqueza! Os resultados dessa mudança foram nítidos: 

equipe contabme contabilidade consultiva

 

 

  • Os 5 clientes do início da história se tornaram 34; 
  • Atualizaram novamente a sede do escritório: Um Coworking em uma das melhores regiões de SP; 
  • O ticket médio teve um aumento significativo de R$ 280 para R$1000; 
  • Passaram a ser valorizados pelos clientes. Agora fazem parte de cada tomada de decisão das empresas; 
  • Salvam vidas e são responsáveis pela movimentação de todo o mercado; 
  • Eles sabem que estão apenas no início da jornada de sucesso. A meta é desenvolver o escritório e o Mindset a cada dia.  
  • Não se contentarão com o mesmo! A meta é multiplicar a qualidade dos serviços e triplicar os honorários. 
  • Investiram em uma nova identidade visual e em Marketing.  
  • Contrataram uma agência para o desenvolvimento de um novo Site que expressa a cara nova da Contabme. 


“O site foi feito para passar o verdadeiro propósito da CONTABME, cada detalhe fala muito sobre nós, sobre o que esperamos do futuro. A página "sobre" tem o nosso propósito e eu acho lindo, foi pensado com muito amor e para refletir o que realmente queremos fazer:  Reduzir o índice de mortalidade das empresas, com soluções inteligentes, ágeis e simples, potencializando os negócios brasileiros com crescimentos sustentáveis” 

rafael socio contabme

Rafael Pediconi

Sócio Fundador da Contabme

Agora com o novo curso de vendas da Nucont, não me contento com um honorário de menos de R$ 3000!

site contabme

 

Eles são novos contadores, e podemos chamá-los de bons contadores. Tudo mudou! A ideia é manter tudo atualizado e da melhor forma. Não se contentam com pouco. A qualidade dos serviços e os recebimentos por esses serviços precisam ser dos maiores níveis possíveis. Tudo isso graças ao #CSC, a metodologia da Contabilidade Consultiva e o Nucont. 

Rafael Henrique aplicando a contabilidade consultiva

 

“Espero que consigamos ampliar nossos rumos de atuação e que a metodologia da Contabilidade Consultiva seja dissipada por todo o mundo!” 

 

“A Contabme hoje salva vidas!” 

 

Categorias: Nucont

Kadu

Especialista em Marketing de Conteúdos, SEO e redação. Apaixonado por música, pela Contabilidade e por um mundo melhor. Ativo na luta contra todas as chatices da vida. Contato: [email protected]

>